terça-feira, 27 de abril de 2010

Não quero ser melhor que ninguém

Negócio é o seguinte.Porque decidir ser uma pessoa melhor que as outras?Porque decidir que você vai competir com outras pessoas para ter mais?Mais grana,mais amor,mais objetos pessoais?Estava lendo um post maravilhoso no Heresia Loira sobre amizade e conquistas pessoais e lembrei dessa cultura do vencedor que a TV e a sociedade em geral nos impõe.Vou falar a real aqui,para você,para o Mingau,para a Deise Duarte,a Sílvia e a torcida do Flamengo Próspera.Já estou de saco cheio de ter que ganhar sempre.

Quero poder desfrutar da minha mediocridade sem ninguém me olhar torto e me achar esquisito.Quero ter um carro meia boca,morar na periferia,não ter casa na praia,não ser a pessoa mais amada do mundo,não ter um milhão de amigos e bem mais forte poder cantar,não ter milhões de roupas no guarda-roupa que nunca vou usar.Quero poder ser a pessoa mediana que sou sem ninguém me achar um perdedor.

Se outras pessoas conseguem feitos memoráveis eu quero poder ficar feliz por elas,sem ter inveja.Eu tenho 33 anos de idade e a essa altura da vida já sei que não vou formular uma segunda Teoria da Relatividade que refute a de Einstein.Eu quero formular a tal Teoria,mas não vou.Porque não sou brilhante,sou apenas uma pessoa comum e estou confortável com isso.

Então combinemos uma coisa.Eu fico aqui no meu cantinho sem incomodar ninguém,sem cobrar realizações fantásticas de ninguém e vocês façam a mesma coisa comigo.

___________________________________________________________________________
Trilha Sonora deste post:

O Vencedor - Los Hermanos

3 Cafezinhos:

Marcia disse...

Concordo em gênero número e grau Chicuta ....
Aliás não poderia deixar de dizer que eu estava com saudades de voçê !!!
E que graças a Deus depois de uma "cara" longe dos blogs ,posso garantir que é tão bom poder perceber que tu continua o mesmo !!!
bjuss

Luciana Amâncio disse...

Olá, Chicuta...

Sem querer te "jogar" na competição... mas ó: só por tu já estares ligado na da TV, das academias, da "mão invisível"... ou de quem quer que seja, da competitividade, do jogo, do "que vença o melhor"... só por isso, por essa consciência, nem de longe, tu és um cara mediano ou medíocre...
Medíocre mermo é esse joguinho do "quem pode mais", na real...!

Abraço!
E esse blog é uma viagem...! Valeu!

Clarisse disse...

eu também, não quero mais ser a melhor.

Não quero mais morar na melhor região capixaba (Terra Vermelha, uuh) e nem ser natural da melhor localidade do Rio - 3 em 1: Borel, Macacos e Andaraí. Nao quero, não quero.

Beeijo!