terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Pela janela

Pedro jogou pela janela

Toda sua sorte

Forte, jogou pela janela

Viu esparramar por todo o chão

Não era bilhete

Não era carta

Muito menos rascunho de nada

Jogou!


Julia virou notícia de jornal

28 Cafezinhos:

Graça disse...

Excelente!!!

Poema bem composto, surpresa.

Um abraço, Marcelo.

Ianê Mello disse...

Fico feliz com seu retorno.

Gostei muito do poema.

Um beijo.

Sentimental ♥ disse...

tadinha da júlia...
ela mereceu?

Ferdi disse...

Oi, prazer, meu nome é Pedro (sem o lado assassino).

suellen nara disse...

uaai marcelo
qual é a dessa júlia?
ela morreu?
rs...

gostei.

Leticia disse...

isso aqui é arte??? que lixooo!!! kkkkkkkk

bjos queridos

Mariah disse...

espero que ele não precise dela tão cedo! nem a sorte dos outros ultimamente, tem caído na minha cabeça!

Andrea Mari disse...

A sorte tem nome Julia...azar dela!

Maria Andrade Vieira disse...

muito bom, de vdd.

Fabiano (LicoSp) disse...

Julia morreu?!? snif snfi

abs

- Lara Alves disse...

Todos temos algum Pedro escondido no interior.Acontece que de vez em quando jogamos fora a nossa sorte, seja pela janela , seja por uma faca feita de palavras enterrada no coração.
Mas sempre passa , o Pedro se recupera um dia tomando Fluoxetina.
Beijos Mayer , adorei ;*

Meri Aleixo disse...

Muitos Pedros como este andando por aí,
e muita notícia assim vai rolar nos jornais ainda



Abram as covas

Marisete Zanon disse...

Sortuda a desgraçada ainda!!!
esmaques pra ti!

dine disse...

quando a perguntaram se a julia mereceu , eu fiz mil e uma historias para saber, cuulpada,vitima... adorei

Carol Mioni disse...

Estou tão feliz por estar de volta!
Aliás, por estarmos de volta! rs

Muito bom!

Luciana disse...

Julia virou notícia de jornal e Pedro virou assassino.

Dayane disse...

kkkkkkkkkkkk.

Achei meio engraçado, meio assustador.

Interessante.

Daniel disse...

E tornou-se um assassino que viverá no inferno que é o nosso sistema prisional por alguns anos, fazendo curso para tornar-se um assassino ainda pior.

abs

Luna Sanchez disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luna Sanchez disse...

É isso que dá querer ser o mundo de alguém...

Aposto que a Julia se arrependeu.

ℓυηα

Erica Ferro disse...

Será que Pedro se quebrou depois de ver sua "sorte" esparramada no chão?

Mas de qualquer modo, esparramou-se e não há mais volta.

Eis a setença!

Bia Ferreira disse...

Pedro é seu alterego né... (?)

Mαrih Menezes; disse...

Esse poema tem bem seu estilo.
Tarja preta.

Beijos :*

Almi Júnior disse...

Sempre o Mayer...

Natacia Araújo disse...

Mayer você deveria fazer a continuação de Pedro e Júlia, todo mundo ta querendo saber se o cara se arrependeu ou não.
Júlia morreu e Pedro???
Adorei!

ps: Quem é essa porra de pseudo seguidora Letícia? Já é o segundo ou terceiro texto que vejo um dos infelizes comentários dela, acho que ela não entendeu que tá sendo ignorada e que nem questão de apagar o que ela escreve nós fazemos tamanha indiferença...
Ah Lelê seja lá que és... Pra porra gatinha^^

Marrie disse...

Vc não tem jeito! Sempre a surpreender com seus finais "trágicos". Sempre a provocar.... rs
bjs "esparramados"

Menina Misteriosa disse...

Foi um ato de loucura ou Júlia sonhava em virar notícia?!?
Ué, tem doido pra tudo neste mundo...

Jorge Oliveira disse...

Mó assasino esse tal de pedro...