sábado, 19 de dezembro de 2009

Troca de experiências

– Samuel, temos que conversar.
– Conversar? Sobre o que pai? Escola, família...
– Drogas!
– Esse é um assunto muito importante mesmo, pai. Sempre quis conversar sobre isso. Então vamos lá, há quanto tempo?
– Há quanto tempo o quê?
– Há quanto tempo você usa...
– Há quanto tempo eu uso? Eu não uso!
– Já conseguiu vencer o vicio? Nossa, tô muito orgulhoso de você! Sabe pai, isso tava acabando com você mesmo.
– Você não está entendendo, eu não venci vicio nenhum.
– Não? Ah, então você vai vencer! Eu acredito em você, pai! Talvez a mamãe não, talvez ela já tenha se conformado.
– Conformado? Conformado com o que?
– Com o seu vicio. Olha pai, relaxa, ela sabe que você só faz isso por ter tantas responsabilidades, e esse é o único jeito de você “ficar de boa”.
– Mas eu não vim falar de mim, vim falar de você!
– Pai, não se preocupe comigo! Eu não tenho vergonha de você, sério.
– Vergonha de mim? Dá pra parar de ser cínico?
– Não estou sendo cínico pai, eu realmente não sinto vergonha. Todos meus amigos sabem.
– Sabem o que?!
– Que você usa drogas. Eles têm o mesmo pensamento que eu: As drogas são um inferno na vida de alguém.
– Você disse a eles que eu uso drogas?!
– Pai, já somos grandinhos o bastante pra falar disso.
– Mas eu não uso drogas!
– Olha aí, agressividade.
– Não estou sendo agressivo!
– Pai se acalma, não vai fazer uma besteira!
– Do que você ta falando, menino?
– Sei lá, de bater na sua mulher e nos seus filhos... Não faça isso pai!
– Quem falou em bater aqui?
– Não pai, isso não!
– O que foi Samuel?!
– Você... Quer nos matar? Pai, não precisa disso! Pode levar tudo que temos e vender para comprar mais, tudo bem, mas não nos mate!
– Pra mim já chega!
– Não pai, não!
– Samuel, eu achei este cigarro de maconha na sua mochila.
– Achou?
– Achei.
– Olha pai, eu ia te falar.
– Ia, quando?
– Ah, hoje.
– Você nunca me contou Samuel.
– Me desculpa pai.
– Não acredito...
– Ah, pai, nem é pra tanto vai? Tá certo vamos fazer assim: Este você pode ficar, mas isso fica entre nós.

12 Cafezinhos:

Edina Regina Araújo disse...

Almi meu irmãzinho vc superou !!
Tõ pra ver hahahaaha o oscar vai para a tamanha cara de pau do autor e tamanho talento para escrever .Amei muito boa hahaha beijão

Silvana Nunes .'. disse...

Neste Natal resolvi fazer uma homenagem diferente.
Coloquei em minha árvore somente os presentes que ganhei, e felizmente,
não couberam, de tantos e tantos que adquiri durante estes anos.
Porque vocês, meus amigos, foram
os presentes que recebi de Deus.
Presentes que se fizeram presentes no decorrer
deste ano, de outros e mais outros, de hoje e de ontem e
que com certeza amanhã continuarão a me dar muitas alegrias...
Vocês são presentes de coração....
Aqueles que não compramos, pois não há preço
nem dinheiro nenhum no mundo para pagar...
São presentes que colhemos na árvore da vida, são
frutos da amizade e de muita luz em nossos momentos...
algumas vezes nebulosos pelas adversidades da vida...
Mas quando do nada, vocês aparecem, nos fortificam
e nos irradiam tanto amor, independente da distância
física, sempre próximos em permanente sintonia.
Meus amigos,
quero agradecer em prece, por vocês existirem.
Que a alegria, o amor, a fraternidade, o perdão,
a compreensão... continuem nos unindo.
Que Deus, em sua infinita bondade, continue
orientando-nos e mantendo acesa a luz da Amizade,
do Amor e da Paz entre todos nós.

Saudações Florestais !
FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER...
em: http://www.silnunesprof.blogspot.com

Nathi disse...

Muuuuito bom! HUASHUAS

Parabéns! ;*

Rafael disse...

kkkkkkkkkkkk

boa boa,semana passada minha mae encontrou maconha na minha carteira,eu deveria ter usado essa tatica xD

Luciana disse...

kkkkkkk!

Um exemplo ótimo de como reverter a situação e sair por cima kkkkk
ótimo!

Natacia Araújo disse...

rsrs Esses filhos de hoje tem uma lábia...rsrs
Boa Almi!

Tiburciana disse...

MUITO BOM INTELIGENTE E COMICO RI DO INICIO AO FIM

KG disse...

Que nos anos vindouros possamos ter mais Paz em nossos corações!
Que a humanidade possa compreender a não existência de continentes, países, etnias, culturas e religiões... Somos todos Irmãos e seres humanos! Apenas isso...

Um Feliz Natal e um ano maravilhoso a vc e a todos esses incríveis blogueiros que, junto conosco, nos ajudam a melhorar o mundo de alguma forma!



"What Do You Say?(What Do You Say)
Will The Human Race Be Run In A Day? (In A Day)
Or Will Someone Save This Planet We're Playing On?
Is It The Only One? (What Are We Going To Do?) "

Pipes Of Peace


Td de bom!!!
KG

JaqueFonseca; disse...

hahahahaha!
Eu vendo celulares, e um dia um cliente veio atrás de um plano pra poder ligar pra namorada dele que mora na Colômbia (certamente colabora com o tráfico de armas)E ele tava indignado porque o pai 'deportou-o' de lá pro Brasil só porque achou um cigarro de maconha nas coisas dele.
No fim das contas ele achou tudo caro e disse que ia comprar o BlackBerry do irmão de 12 anos com 1 grama de erva.

Felipe A. Carriço disse...

Praticamente o cachimbo da paz familiar.

Erica Ferro disse...

Samuel Safadim da Silva.

E, para variar um pouco, morri de rir com sua crônica.

Milla Rissi disse...

crônicas sempre perfeitas *---*