terça-feira, 17 de novembro de 2009

Quem mexeu na minha cerveja?

......Há uma infinidade de livros intitulados “auto-ajuda”. Ajuda de quem e para quem? Não conheço ninguém que está feliz ou enriqueceu com estes livros. Minto! Quem os escreve. Pensando nisso, seria maravilhoso um livro de “auto-destruição”. Venderia aos milhares e toda filosofia nele funcionária. E muito bem. Mas o que teria neste livro de tão especial? Ora, o óbvio, como todo livro de “auto-ajuda” tem. Assim, vamos ao prefácio, com três exemplos, de meu futuro best-seller.


Como acabar com sua vida em 276 páginas


......Primeiramente viva um amor intenso. Ame! Deseje! Dê flores! Dê presentes! Esteja sempre disposto a ajudar, não importando onde estiver. Sempre diga a verdade, seja ela qual for. No futuro se verá enterrado em dívidas de cartões de créditos e em infinidade de mentiras que seu bom agrado e carinhos demais causaram. Perdoe essas mesmas mentiras com o argumento que todos erram. Logo menos, três ou mais traições ainda serão perdoáveis e assim, dormirá sempre se remoendo entre os cobertores enquanto ela se diverte. E você com seu romantismo barato de romances espíritas, acreditará que ela o ama. Se tornará um homem idiota, cego e imbecil. Visitas ao psiquiatra se tornarão frequentes.

......Que tal se dedicar ao trabalho para o seu enriquecimento? Trabalhe muito! Suba de cargos, promoções, faça algumas pós-graduações, cursos e sempre participe de seminários e congressos. Chegue sempre cedo e saia sempre tarde até que o trabalho esteja perfeitamente concluído. Evite sair com os amigos, tomar uma cerveja ou passar a tarde vendo futebol na TV com os filhos. Porque há muito trabalho a fazer e muita papelada e e-mails em casa a sua espera. Será um homem cansado, porém respeitado em seu ambiente de trabalho e familiar. E nunca pare. Terá riqueza, mas não se surpreenda com um ataque-cardíaco aos quarenta anos.

......Tenha também, muita fé. Visite igrejas, conheça religiões. Sempre há boas coisas para aprender e vivenciar. Ajude o próximo, mesmo que ele nem esteja se importando com seus problemas. Porque neste caso, a comissão vai para o pastor e sua imbecilidade sorrirá. Exercite sua crença na religião que melhor te convém. Toda noite converse com Ele. Você também irá ouvi-Lo. Mas não se assuste com algum diagnóstico de esquizofrenia, pois na hora que se irritar com Ele, a única maneira de calar Sua boca é com um tiro na cabeça.

.

Mais de meu trabalho frustrado aqui.
.

43 Cafezinhos:

Joie disse...

Tentar e errar, mas nunca desistir de tentar...

Um beijo em ti.
Joie

Silvia Caroline disse...

Sarcastico como sempre.
"Tudo o que é demais é doença" sempre que penso em pessoas que amam demais os outros, que trabalham demais, que creem demais, eu penso nessa frase.
O bom seria se conseguissemos o meio-termo, conciliar tudo na medida exata.
Eu ainda não consigo e duvido que tenha alguém que consiga, as pessoas tem fases, sempre pendemos para um lado. Por mais que as mulheres consigam fazer 3 coisas ao mesmo tempo.

Acho incrível a sua forma de fechar o tema.

Dayane disse...

Acho que essas coisas não acabam com a vida, mas o livro venderia se o existisse, as pessoas gostam de Paulo Coelho! oO

Você escreve bem, beem, bemmm de acordo com aquilo que acredita.
Parabens, bjos

Natacia Araújo disse...

hehehe Isso mesmo. E não se esqueça de ser mais um fantoche remando a favor de alguém que não será com certeza você.

Eu não consigo entender como ainda vendem esses livros se já falaram tudo que era óbvio nas dicas milagrosas para estar bem com você mesmo.

Mas Mayer, esse livro de auto-destruição vai revolucionar nosso rico mercado literário...hehe aceita encomendas? rsrsrs

Muito bom!

Jorge Oliveira disse...

hahahaha E te garanto que esse teu livro vai vender como água. Ler literatura de verdade as pessoas não querem mas dicas de como viver bem com fores e purpurinas td mundo quer...rs
Aquela bosta de O segredo bateu récords de venda não foi a toa, a cada livro uma promessa de algo novo e revolucionário, mas é sempre a mesma bela merda. rs
Boa Marcelão!

Andrea Mari disse...

hahahahahahah adorei isso, ja na primeira pagina esta toda possibilidade de se destruir ou de se tornar um imbecil total!!!o melhor foi ajude o proximo mesmo q ele nao esteja nem ai...nao,nao o melhor foi o do cartao de credito,ai ja nao sei...ta muito bom isso,auto ajuda pra quem nao se ajuda, se destroi! hahahahah Parabens Marcelo!

EU disse...

Por favor me ve um exemplar ai rsrsrs

Edina Regina Araújo disse...

Muito bom meu querido! Ja sei ,Venda esgotada rsrrsrsrs
Parabéns!

Roberto Camilo disse...

hahah só com um tiro na cabeça mesmo!
Livro de auto ajuda não acabará nunca...rs
E quando chegar a moda dos de auto destruição vai ser um outro sucesso!
Boa sacada Mayer!

Alanzão disse...

Livro de Auto Ajuda é muito show...

paginas e paginas mostrando que voce nao precisaria ler o livro, nao precisaria gastar, basta fazer o obvio...

muito interessante como nao fala merda nenhuma e ainda aparece "casos de sucesso.." ...kkkkkk

Abraçooo

is we in the tape

Giovanna disse...

Gostei, muito bom.
Realmente, tirando a parte da fé, acho que de todo o resto sou praticante.
Ou seja, ou vou me afundar em visitas aos psiquiatras ou vou morrer cedo. :)

hahaha, parabéns.

Resiliencia disse...

comedia, vc criticando quem da sugestao e ironicamente se propondo a escrever sobre a mesma coisa, em outras palavras. repeticoes me embagam!
minha frase do ano eh: sai dessa!
ta valendo?
bjo

Suellen Nara disse...

Ah não... gostei demais desse texto. Concordo com tudo.
As pessoas precisam que alguem lhes diga como viver, o que fazer, pra onde ir... Se um dia esses livros mandarem elas comerem bosta elas comem.

E sobre o título: "Alguém aconteceu alguma coisa no meu copo!"

Nathi disse...

Deixe as pessoas viverem amores intensos e ter que visitar psicólogos e psiquiatras, afinal, minha profissão precisa continuar a existir! hehehe =D


Adorei isso. Beijão!

Vanessa disse...

HAHAHAHAHAHAHAHA
Genial!
é oq esses livros mesmo falam. trabalhe, trabalhe, trabalhe. ame, ame, ame. reze, reze, reze.
e esquecem de falar o mais óbvio: seja feliz com vc mesmo

quero este seu livro. rsrs

Luna Sanchez disse...

Nessa toada, não vejo necessidade para 276 páginas, moço.

ℓυηα

JaqueFonseca; disse...

eu compraria.

Sentimental ♥ disse...

ah, dica todo mundo quer né?
mas eu acho q esse livro poderia ter um página só, a dica do tiro. rs
bjs

Erica Ferro disse...

Livro fatal!

Ana Seerig disse...

As pessoas que vivem lendo livros de auto-ajuda são aquelas que não fazem outra coisa além de lamentar sua vida...

Na certa tu vai lançar um best-seller!

J.R disse...

hahaha!! Deu uma vontade doida de vivar agoraaa!!

Acho que vou a praia caminhar...

depois beber uma gelada pra repôr a barriguinha perdida.


A primeira parte foi sensacional. Sou um ótimo exemplo disso.

DANIZINHA disse...

Muito legal. Humor cinza escuro. :)

Auto-afundando em cerveja choca. A vida perfeita é tão tão chata.

*Me lembrei de uma máteria:"Abaixo a ditadura do pensamento positivo"-entrevista na istoé deste mês.


abraços

Maria Andrade Vieira disse...

30 conto pela cartela. e xícara cheia.

Luana Gabriela disse...

Sabe o que conluo? Que qualquer coisa se levada ao extremo te levará a destruir a sua vida. Sabe porque? porque o homem - ser humano -não é suficiente a si mesmo. Precisa dos demais, do amor, de Deus..enfim.. e nós pobres leitores e escritores precisamos da literatura..a literatura já é um tiro na cabeça. Ou de quem escreve ou de quem lê.Penso eu.

Abç

RafaaCrispim disse...

excelente texto *-* adorei

DANIZINHA disse...

Ah..como detesto hipocrisa, tenho que admitir que escrevi um texto sobre auto-ajuda. Mas é intitulado auto-ajudandome pq acho que os melhores conselhos são de mim para mim mesma. E no meu texto eu não tento sufocar minha personalidade. Apenas me fazer levantar.
Se kiser conferir: http://divalosofando.blogspot.com/2009/06/carta-para-mim-de-eu-sacode-poira-e-sai.html

Sakana-san disse...

Uma vez fiz um curso de oratória. eu paguei para o cara me dizer as coisas mais óbvias e que precisavam ser ditas só para reforçar. Eu fico puta qdo me pedem para incluir no planejamento de um evento institucional esses caras que estão em voga e que são pura picaretagem quando conheço várias outras pessoas muito mais tarimbadas para ensinarem qq coisa.

Katrina disse...

Se me aceitarem lá na livraria cultura, juro que não deixo ninguém comprar qualquer outro livro de auto-ajuda que não seja esse.

disse...

Adorável! Me deu vontade de escrever sobre isso. (não tão bem, admito).

Curti.

Marília disse...

Sou nova por aqui mas amei o blog! passarei por aqui sempre...
Beijos.

***MissUniversoPróprio*** disse...

É, o mundo é cão. O que parece certo, geralmente é a receita ideal para o fim.

Muito bom isso aqui, gostei.

=**

Desnuda disse...

Estou em coma! Mas tenho chances pela ausência no diagnóstico do segundo parágrafo. Mas vou ficar viúva... Morriiiiiiiii!


*Gostei muito da apresentação de todos ( muito bem qualificados). E o nome " fluoxetina"...Acabei de lembrar que já tomei...Me senti ótima!!! Tempos depois descobri que estava 2 anos fora da validade ( estava guardado em casa).

Joyci Dias disse...

O problema maior do ser humano é errar tentando seguir o que o outro fala. Penso que se é pra errar e pagar por esses erros, que sejam erros meus, desejos meus. Não dos outros! Afinal, ninguém gosta de ser fantoche.
Mas existe muita gente no mundo que prefere acreditar em quem supostamente tentou, em quem supostamente alcançou. Porque desgraça pouca é bobagem absoluta!


Você manda MUITO bem Má, meus parabéns!


Jo.

Natália Corrêa disse...

Pois é, é vivendo que se morre!
(a Fluoxetina daqui deve tá vencida, vou ali me matar, beijos! HAHAHA)

Duanny!. disse...

SHAUAHAUAHUSHSU
Curti, serio!!!


vai ser o maior sucesso, todo mundo adora a desgraça!

Sil disse...

kkk

Rapaz, tú é terrível!!
rs...

Me diverti um monte... pq, apesar de uma pessoa ler qtos livros de ajuda puder, sempre terá a mesma vida.....

=\

Bjos

kinha disse...

HauHUAhUAhuHAu
livro de auto-ajuda, já tô começando a escrever o meu tb, esse negócio de dar falsas esperanças henriquece!
AHUHAuHAuHUAhuHAuHauHA

;]

Ale Danyluk disse...

A auto ajuda se restringe e se destina unica e exclusivamente ao autor...Ou melhor: á sua conta bancária.

Bjo

Larissa disse...

eu quero o meu!

ju mancin disse...

vim, vi e gostei!

obrigada e volto sempre!

Menina Misteriosa disse...

Muito bom o texto!
Tudo em demasia atrapalha, vicia, cega.
Gostei da reflexão!
Beijos

Natália Ferreira disse...

seu texto me lenbra o seguinte livro ( quem mexeu no meu queijo conta uma historia de ratos em laberintos ) traz uma aprendizagem iper legal tbm beijao amo r

Ric Dexter disse...

E eu estava trilhando essa estrada...

Abraço.