quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Santa pureza

Ser certinha é apenas um pretexto pra receber elogios. Tem que ser comportadinha, não pode falar palavrão, não pode arrotar na mesa, não pode xingar, não pode fazer gestos obscenos em público, não pode namorar vários caras ao mesmo tempo, não pode dar no primeiro encontro, não pode sair sem calcinha, não pode deixar o seio aparecer, não pode gritar com a mãe, não pode bater no irmão, não pode "responder" à professora, não pode filar aula, não pode estourar o cartão de crédito. Ser certinha é não poder quase tudo.

Eu não entendo porque a mulher de hoje ainda se casa de branco, porque se for pra dizer que é "pura" isso seria um tanto trágico, aliás, também não entendo porque elas ainda se casam.As moças já deixaram de ser certinhas. Bebem pra caralho, xingam os amigos, dão dedo, ficam com vários, adoram sexo, usam vestido decotado e queimaram todas as calcinhas. Abandonaram a faculdade, não falam mais com o bosta do irmão, gastam até o que não tem. E ainda pensam em comprar uma bolsinha pra combinar com tanto luxo...


* Eu vou casar de azul, e na hora do sim, alguém lá no fundo vai gritar: "TODO MUNDO NUUUU!!!"

31 Cafezinhos:

Erica Ferro disse...

Eu ri com o final, haha!

Gente certa demais é pra se desconfiar.

Marcelo Mayer disse...

melhor nu do que outra palavra!
se bem, que poderia ser mais engraçado. o padre poderia se empolgar

é isso, que mulher tb seja ogro, como pede o figurino do ser-humano. a vida fica mais engraçada

Giovanna disse...

ah, eu gosto de ser certinha...pode? :)

Cristiano Contreiras disse...

Amém!

Jorge Oliveira disse...

kkkkkkkkk
Mas a gente nem quer mais que vocês sejam tão certinhas...rsrs ao contrário até.
O final tá poético Narinha! kkkkkk
Bom, bom, bom,muuuito bom!

Cadinho RoCo disse...

Cuidado com a UNIBAN.
Cadinho RoCo

Ale Danyluk disse...

É assim com a vida da gente, mas eu procuro deixar de lado a superficialidade e viver na berlinda.

"Eu conheço todas as regras, mas as regras não me conhecem".

Ah...vc vai arrasar de azul.
O texto ficou show.

Natacia Araújo disse...

Não podem bater com o carro, não podem cair de quatro por um quarentão ou cinquentão quem sabe? rs
Não podem cair bêbadas em frente a casa do ex e muito menos tirar a roupa no carnaval.
hahaha se não podia a gente passou a permitir, mérito nosso, claro!

Já eu vou casar de vermelho mesmo, na porta de um cabaré que é pra animar as putas.

hahaha Cê tá demais heim Nara? kkkk
Amei!

Roberto Camilo disse...

kkkkkkkkkkk
Nat não vai casar não Nara, antes ela vai enterrar meia dúzia de marmanjos de pura raiva! kkkk

Teu texto tá uma comédia só!
O final tá espetácular! kkkk

Edina Regina Araújo disse...

Muito bom! O povo agora vai casar de roxo !! Adorei

Luna Cortez disse...

hahaha, bom, eu faço do clube das puras. hahaa ai que mentira.

como digo lá nas viciadas:

'Não temos sorrisos estereotipados e não somos filhinhas de mamãe. Sabemos da moral e dos bons costumes. Mas sabemos também que meninas boazinhas demais, podem até dormir melhor, mas é acordado que a gente se diverte'

e tenho dito.

beijo-beijo.

Ana Claudia Creek disse...

Acho esse texto bem atual. Eu digo por mim. Na minha época. Tenho 43 anos. Nuca fui certa. Sempre fui da Pá virada! Todos achavam que eu era a puta. E as outras, as certas. Mas sabe de uma coisa?. Hoje elas casaram, tiveram filhos, estão gordas, divorciadas, infelizes, sozinhas. E eu? Linda aos 43 anos. Feliz, bem amada, amando, fazendo sexo seguro. Inteligente. Vivi pra caralho! Viajei muito. Aprendi muito. Ainda estou aprendendo. E esse artigo, me fez pensar, o qto eu havia sofrido por causa dos comentários. O grande lance é ter personalidade. Quer ser certa? Tá limpo! Quer ser da Pá Virada! Tá limpo! Mas tenha sempre muita personalidade e seja feliz! Ninguém te da isso na vida. É clichê? Mas é verdade. Você é quem faz a tua historia. E ter historias pra contar é sempre bom. Então viva a vida!. Ela é unica!
Bjus a todos.
E tomem todas hoje .kk
Ana Claudia Neves

Sheron disse...

Vou casar então de biquine, de frente pro convento pra passar a energia solta no ar pras puras. kkkk
curti!

Carlos Fontana disse...

hohoho a mulherada anda revolucionária.

Natacia Araújo disse...

rsrsrsr
A mulherada não anda revoltada, anda moderna, condiz com nossos novos tempos né? rs
Mas concordo com a Ana, o grande lance é se assumir, não adianta a mulher ter características e uma personalidade a frente de seu tempo se ela é obrigada a se esconder por causa das malditas convenções. Graças aos deuses nós vivemos em um tempo em que a mulher conseguiu seu espaço pra tudo, graças a pioneiras e mulheres de fibra que deram a cara a tapa mesmo e encararam de frente o preconceito.
Ê bôra comemorar mulherada! rsrsr

Jorge Oliveira disse...

hehe E quem disse que modernidade assim não é bom?
Vocês tem mais é que conquistar cada vez mais o espaço de vocês.
O que deve rolar sempre é a igualdade dos sexos mais do que merecida.
E sem essa de sexo frágil, porque as pessoas mais incríveis que conheço e mais fortes tb são mulheres.
Vcs estão com tudo mulherada! haha

Suellen Nara disse...

Mas a Ana generalizou um pouco.
Nao se pode dizer que toda mulher casada e com filhos é gorda e infeliz. Porque também tem muita quarentona solteira por aí que se diz feliz pra caraio e é só mais um fantoche do sistema. Se não casou, não foi pq não quis, mas porque não teve com quem.

Mas uma coisa e certa:
"Quer ser certa? Tá limpo! Quer ser da Pá Virada! Tá limpo! Mas tenha sempre muita personalidade e seja feliz! Ninguém te da isso na vida."

No fim somos todas inúteis e infelizes, sendo puta, certinha ou da pá virada.

Natacia Araújo disse...

hehe é Estamos mesmo! rs

Acho engraçado quando as próprias mulheres criticam as outras falando do comportamento e tudo mais. ( é claro que tem aqueles casos em que a própria mulher desvaloriza sua classe confundindo liberdade com ser escrota, bem a moda "eu sou cachorra")Mas as vezes o preconceito vem das mulheres mesmo,um nariz torto que a gente sente quando se escreve alguma coisa mais quente, quando a gente fala que gosta de sexo e gosta muuuito(rs), quando a gente fala que foi só uma transa ou quando a gente "tira" essa imagem de fragilidade criada pela sociedade, e a fragilidade que eu me refiro é aquela associada a impotência da mulher enquanto indivíduo mesmo.
A gente vai conquistando nosso suado espaço, as pessoas vão se acostumando, e nem por isso vamos deixar de ser femininas ou menos mulheres.
Mulher tem mais é que ser pra frente mesmo! hahahah

Natacia Araújo disse...

Sim Narinha, concordo, não podemos generalizar,o que concordei foi com relação a mulher se assumir, independente da escolha que tiver pra sua vida. Mas eu acho que ali, ela estava só usando a própria vida dela como referencial, citando casos de pessoas que ela já conhece. Comparando as críticas que já sofreu por ter uma cabeça mais aberta, e que hoje essas mesmas pessoas estão infelizes por não terem metido as caras também.
Mas o grande barato da vida é esse né? rs Cada um fazendo suas escolhas, mas independente de qualquer coisa saindo do armário. uiii...rsrsrsrsr

Má que polêmica esse post heim? kkkk

Carlos Fontana disse...

Pelo amor de deus heim meninas, não estou sendo machista, só vou pegar um gancho do que a Nat comentou aí.
Acho que infelizmente, em alguns momentos, ALGUMAS, não todas, mas algumas mulheres confundem mesmo essa coisa de ser modernizar e fazer parte do seu lugar merecido na sociedade. Acho um absurdo ver as mulheres se expondo como um objeto sexual e nada mais, como tanto a gente vê no meio das "popozudas" por aí. É uma banalização muito grande do sufoco que as revolucionárias de tempos atrás passaram pra ajudar vcs a chegarem aonde estão.
Tem que existir um equilíbrio. Tem que se esconder ou regredir por isso? Jamais! O que deve existir é um balanço pra alguns conceitos. Porque vocês são maravilhosas de fato, mas o ser humano em geral é o espelho daquilo que ele mostra pros outros, então se não querem ser tratadas como as safadas dos bailes da vida,respirem fundo e revertam essa imagem.
Pq vcs que correm atrás pra perpetuar a saga das pioneiras do passado, acabam pagando o pato por causa dessa meia dúzia de "cachorras e porpurinadas" que pintam por aí.
No mais, a conquista é de vcs!

Natacia Araújo disse...

Ah sim, concordo, mulher não tem que encarnar um personagem de ogra ou de puta só pra mostrar que se modernizou.

Ana Seerig disse...

Ótimo!
Também não entendo como se mantêm tradições, tais como o vestido branco no casamento, se o mundo atual não é nem ao menos parecido com o que era quando iniciaram tais tradições. Hoje em dia as pessoas seguem as tradições por hábito e não por ter realmente um significado...

As pessoas precisam pensar, é isso que está faltando...

Suellen Nara disse...

As putas de hoje são aquelas que se sentiram desvalorizadas pelos homens uma cacetada de vezes.

Mas se nem elas se valorizam, quem é que vai?

Ana Claudia Creek disse...

Ah até esqueci!!kkk...Eu fui casada 3x. E todos foram otimos casamentos. Fui feliz em todos. E ano que vem me caso de novo.
Bjus a todos.
AC

Roberto Camilo disse...

Ah bicho, pra te falar a verdade eu não acho que as putas de hoje são aquelas que se sentiram desvalorizadas no passado. Tem muitas nesse caso? Sim, tem sim, mas algumas entram no meio por grana e pela vulgaridade mesmo.
Só acresentando aqui: mulher tá moderna? Tá sim, mas a pior coisa que tem é você ver aquelas mulheres metidas a machônas, forçando uma barra pra estar entre as moderninhas.
Nara, adorei o texto, de verdade!

Iremara Martins disse...

hahahhaa...caramba! Suh arrasando como sempre...viajo em seus textos desde a época do "equilibrio bambo" depois "do avesso" e agora aqui, que orgulho de vc!

Esse texto simplesmente retrata a realidade de hoje, muitas se fazem de santas e não são, como também muitas se fazem de "liberais, soltas, independentes" e também não são...
A verdade é que a realidade se impõe, e seja lá qual for a sua o importante é fazer o que você deseja e te faz feliz, sem se preocupar com a atualidade, comportamentos e reflexos de um mundo exterior...

Eu vou me casar de branco sim, porque eu quero!
Mas por baixo com certeza haverá um lindo espartilho vermelho, da cor da paixão! hahahhaa...

beijuus Suh!

Jhê disse...

Pode ser intromissão, mas neste momento, não omitirei: eu sou uma dessas.

Marisete Zanon disse...

Muuuuuuuuuuiiiiiiiiiitooooooooooooooo looooooooouuuuuuuucooooooo esse blog montado por essa turma mais louca ainda! ( no bom sentido ). Adorei as crônicas e demais textos. Parabéns a galera!
esmaques!

Marisete Zanon

Felipe A. Carriço disse...

Gostei de tudo, inclusive da quase "redundância" do título.

Dayane disse...

Raxeiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii

Alanzão disse...

Potxz....fui blogando vida a fora e cabei caidno aqui...

shoowww...

Me fala ae aonde é o casório e a data.. eu to dentro...ja vou somente com um casaco...rá...show

seu post???

Amém[2]


Is we in the tape